“Deus abençoe esta bagunça”…

acontece_zb_02

Tenta imaginar que você entrou num quarto muito, mas muito bagunçado. Daí, que as roupas estão espalhadas pelo chão, os sapatos estão por todos os cantos, as bolsas vão se amotoando fazendo com que você use sempre as mesmas, a escrivaninha que deveria ser o seu centro de estudo virou apoio para qualquer coisa, menos para o estudo. A luminária parece não iluminar mais nada e a Tv está frequetemente com uma imagem péssima, chuviscada. Produziu a imagem na sua cabeça? Pois bem. Agora reflete toda essa bagunça na sua própria vida.

De aluna exemplar você passa a ser apenas aquela que faz o “corpo presente”, assina a lista e vai embora à francesa. No trabalho, você não sabe ao certo se dá o melhor de si, mas tá lá…dia após dia…comparece. Alguns amigos chegam a acreditar que a sua figura é apenas um avatar no orkut, msn e afins. A sua personificação torna-se rara, acontece que não é proposital, você simplesmente torna-se invisível. Não consegue explicar para os outros o que ocorre porque não partilhou a ideia ainda consigo mesma.

O quarto bagunçado é reflexo da vida bagunçada, que torna-se palco de uma grande crise existencial que por vezes é narrada para terceiros como uma tragédia digna de Shakespeare. Calma, calma, calma, não terminará em morte.

Quando tá tudo desorganizado desse jeito, vê-se que a solução é procurar por resoluções simples. Faxina. Faxina é uma boa. Pode-se muito bem deixar de jogar os sapatos nos cantos, variar as bolsas, colocar os brincos e pulseiras nos seus devidos lugares, mas paciência… ainda não dá para trocar os móveis de lugar. Isso deve ser feito com mais cautela. Depois que aprende-se com alguns erros, é sabido que vez por outra deixar as coisas como estão, de repente é uma boa. Agora uma coisa é certa: É preciso deixar livre a tomada da luminária (dê prioridade). Sem esta “claridade,” perde-se a capacidade inventiva. Deixar de organizar o quarto vez por outra SIM. Deixar de organizar as ideias, NÃO.

Por que o texto foi escrito em 3 pessoa? Oi?

Continue lendo

Anúncios