SeNtiNdo o sentido

Homenagem ao blog da PGA "life style", rs

Homenagem ao blog da PGA

Alguém aí já parou pra pensar sobre a complexidade dos “sentidos”? Não, eu não tô falando de sexto sentido, muito menos dos 5 sentidos…mas dos Sentidos Cotidianos, seja da fala, da escrita ou dos seres inanimados (miseráveis).

Galera, cadê a sensibilidade de abstração do ser-humano? Tá se perdendo ou tá “se achando”? Se eu falar no msn que “morri de rir”, ninguém precisa me encomendar uma coroa de flores. Se eu falar que já reli o mesmo parágrafo porque estava complicado 333 vezes, não significa que reli esse número de vezes de fato. Ou ainda, se eu estiver no telefone falando palavras: “sim, não, tá, o.k, “hum”…significa que eu estou monossilábica, no sentido literal da palavra! Se for necessário uma explicação ampla do que seja, quero dizer que só estou falando palavras que possuem apenas 1 sílaba. É por essas e por outras que estamos nos deparando diversas vezes com “comunicações controversas”.

Em falar de “comunicação controversa”, MSN que o diga. Não basta a Microsoft, Windows, sei lá o quê, passar tempos e tempos criando meios de tornar a comunicação no MSN mais “real” se o usuário não tiver algumas noções básicas! Se eu digo: “Então, “fulaninha”, tá tudo bem com vc?” eu não estou concluindo que “fulaninha” está bem, eu tô apenas perguntando mesmo! O “então” na frente da frase, teve caráter meramente introdutório. Mas “fulaninha” não entendeu a minha indagação e veio com “socos e pontapés” pro meu lado, porque na verdade ela estava num profundo mau-humor! Que legal “fulaninha”, bem-vinda ao meu TPM’s World!

E quando você está com TPM, o universo não colaborará com você…muito menos o Caixa Eletrônico do banco. Você vai colocar o cartão na posição correta, só que até aparecer a mensagem “retire o seu cartão” vão se passar 10 minutos. Melhor ainda, é quando é a primeira vez que você se depara com o Caixa Eletrônico “daquele” banco. Eis que surge uma alma caridosa e razoavelmente confiável, que te ajuda a retirar o pequeno montante, mas que não esquece de “tirar onda” 333 vezes com a sua cara(hehehe). Tudo bem, o episódio foi “lamentável”mesmo. Ei, “alma caridosa”, você escapou da minha fúria e tem aqui todo o meu agradecimento, assim como eu devo agradecer a Deus pela minha TPM ter estado em “Mode Off” naquele momento! Ainda no ramo “pecuniário”…o que dizer de você não ter dinheiro em espécie na bolsa, sair pra almoçar confiando no “débito automático” e o “débito” estar temperamental na hora e não querer passar!? A Dona do restaurante olhando pra você com uma cara de “fica calma, depois a gente acerta”, sendo que você tinha certeza de que tinha crédito no tal cartão? Ainda bem que eu moro perto do restaurante em questão. Voltei em casa e apanhei o dinheiro.

Mas tudo isso é muito pouco, perto do valor “inestimável” de ficar com TPM numa semana de Provas! Você fica querendo matar os poetas que já estão mortos, você xinga a “mãe” do professor de nomes impublicáveis, as pessoas têm medo de te chamar no msn…Ai ai…Como diria Roberto Carlos: “São tantas emoções”…

Anúncios

Menino ou meninaaa?

1957338200ptn

Ultimamente tenho escutado muitas meninas gritarem aos 4 ventos que gostariam de ter nascido “menino”. Tá, não tô aqui dando lição de moral não…até eu quando tô com cólica digo o mesmo.

Mas será que “ser homem” é tão legal assim? Vamo lá…tenta pensar junto comigo. Para compor o guarda-roupa masculino, não é necessário muita cooooisa. Se eles souberem usar (coisa que as vezes é meio difícil) dá pra ter algumas peças de roupa e ser feliz. Já nós, mulheres não, não, não! A nossa vida “Fashion” é infernal. Longe de mim desmerecer os “metrossexuais”, não me atraem muito, mas respeito. Isso pode ser também uma opinião efêmera, por que, vai que o David Beckham me liga, e eu dizendo uma “sandice” dessas né?

Ser masculino, me parece mesmo “fácil”. Sem querer ser machista mas já sendo, a impressão que a maioria das mulheres tem, é de que eles “comandam” várias situações. Até gramaticalmente falando…o gênero sempre acaba pendendo pro masculino. Posso até ouvir meu Pai falando com minha Mãe, exemplo: “Os meninos vão poder vir aqui quando agora?”. Ele está se referindo a mim e a meu irmão. Se ele falasse “as meninas” ficaria no mínimo “gay” aos olhos dos outros.

Menina andando na rua de madrugada corre o risco de sei lá…ser estuprada. Menino não. É sinônimo de “masculinidade”, coragem. Nós sempre seremos “vítimas em potencial”? Aos 13, nossos pais querem nos ver brincando de Barbie, mas querem nossos Irmãos “aterrorizando” a mulherada. E ainda tem aquele ditado que os PAIS adoram repetir, é como se fosse uma questão de honra: “Prendam suas cabras que o meu bode está solto”. Ai, odeio esse ditadinho de merda!

Ser homem economiza tempo, nós levamos MAIS TEMPO cuidando da beleza(Ok. Tudo é relativo)…mas ó, A-D-O-R-O “esquentar minha cabeça” com o secador, chapinha, babyliss e derivados! Que sem graça seria pra mim, se antes de sair eu tivesse que botar uma simples carteira no bolso, passar uma “pata-pata” no cabelo, 2 gotas de perfume…ai, que entediante! E a minha coleção de bolsas? E a minha busca incessante pela “franja perfeita”? E o scarpan? Sem falar daquele momento sagrado da semana: Escolher o esmalte! Eu seria um Travesti. Gente… “Tudo o que eu gosto tem frufru, tudo o que eu quero tem detalhe”.

Eu sinto cólicas estúpidas, espero pelo “Príncipe utópico” como a maioria das mulheres, tenho Tpm’s que podem me fazer cometer um crime, meu cabelo as vezes me odeia, provavelmente “sentirei a dor do parto”(daqui há algum tempo) e sentirei a gravidade aplacar a minha beleza juvenil. Nada que um “Pitanguy” não resolva. Quero dizer que, mesmo com todos estes “poréns”…EUAMOSERMENINA.COM.BR

Me atrapalho com “direita/esquerda”, já falei pra alguém que: “Não é por que você quer ficar comigo, que eu vou querer ficar com você”( pelas coisas que já ouvi, Homem “não pode” se negar a ficar com uma menina “Se Joguete”…segundo os amigos, ele que se vire e peça ajuda a São Jorge pra matar o Dragão), não tenho muita “visão espacial”, sou melhor em Humanas do que em Exatas, não me localizo com precisão usando mapas e não sou pragmática!

Viveremos eternamente nessa literal “Guerra dos Sexos”…e como diria Lulu Santos “assim caminha a humanidade”. Podem me chamar de fútil, tô nem aí…mas com meu “secador em punho” “O céu é o limite” minha filha! Acho que me defendo melhor do que uma pessoa que usa “pata-pata”, hehehe! Vou ser linxada! Hehhehe, Fui!

Obs: Como diria Xuxa: “Quem vai ganhar…menino ou meninaaaaaaaaaaa?”

DIA 22/11 NA 40 GRAUS: GUERRA DOS SEXOS!

Na lagoa…

2078066

Lembro claramente de quando eu era pequena e vivia falando pra minha Mãe o seguinte: “Quando eu crescer vou ser cabelereira”! Falava isso de peito aberto, aos quatro ventos…lembro que minha mãe dava um sorriso descrente, mesmo vendo que eu cuidava direitinho do cabelo das minhas bonecas.

De cabelereira, passei a querer ser a substituta da Carla Perez no extinto “É o Tchan”. Muitas águas se passaram e cá estou eu, fazendo faculdade de Letras e tendo por companhia os meus “dois patinhos na lagoa”!

Eu parava pra falar o que “eu queria ser quando crescer”, mas não parava pra imaginar como eu estaria aos 22 anos. Portanto, falo agora: “Eu tô confusa”!

Dia desses eu tava no “play” cercada por Barbies, preocupando-me apenas em cantar direitinho a música dos BackStreet Boys…e hoje…vivo às voltas com os meus planos futuros que parecem estar mais próximos do que nunca. E agora???

A impressão que eu tenho, é que a minha vida tá uma bagunça…mas olhando direitinho, vejo que na verdade eu tô “faxinando”. Hora de tomar algumas decisões…de esperar por outras… Ah! Esperar. Taí um dom que não me foi acrescentado na minha formação personal. Seria ótimo se eu pudesse fazer da minha vida um jogo de tabuleiro.

Quero poder escolher nos próximos dias NÃO acordar mau-humorada. Quero pensar mais positivo que negativo…quero sorrir mais do que pensar em ficar de “cara amarrada”. Quero, quero e quero! Quero tudo e quero agora! Embora eu tenha me dado conta, que a vida é muito mais feita de “esperas”. Vá lá que eu não tenha muita paciência de ficar parada na Estação, portanto, o “ser adulta” deve ser acompanhado de buscas, né Mãe?

Buscar, organizar, cair, levantar, ser mais realista do que pessimista…tô aprendendo!

Novidades surgem do nada…minha música nesse momento seria sem dúvidas embalada pelo Ricky Martin: “She’s living la vida locaaaaaaaaaaaaa”. Bastou eu ler num blog desses da vida que “Um dia o céu pode se abrir”, que automaticamente ele se “abriu”na minha cabeça! É só a gente não estar esperando que o inesperado ACONTECE! Esse ditado é insuportável…CONCORDO!!! Ainda mais quando a sua vida “tá uma merda”… Mas sejamos realistas”? É verdade!

Tô na beira do lago observando os meus dois patinhos preocupados, nadando de uma lado pro outro, eles estão se sentindo perdidos, confusos… O ano já já vira de 08 pra 09, 22 vira 23, novos números, novas pessoas atravessando rapidamente a sua vida, outras chegando pra ficar e eu…Continuarei faxinando e buscando.